CMJPLOP adere à Campanha Coração Azul
CMJPLOP

CMJPLOP adere à Campanha Coração Azul


Publicado a 7 de julho, 2017

O Gabinete das Nações Unidas contra a Droga e o Crime (UNDOC), enquanto guardião do Protocolo relativo à Prevenção, Repressão e Punição do Tráfico de Seres Humanos, lançou em 2008, durante a Women's World Awards, em Viena, a Campanha Coração Azul.


Esta campanha, cujo objetivo é a sensibilização e a mobilização da opinião pública mundial no apoio a ações contra o tráfico de seres humanos, sai reforçada com a adesão da Conferência dos Ministros da Justiça dos Países de Língua Oficial Portuguesa, em parceria com a UNDOC, aprovada no âmbito da XV Conferência, que teve lugar em Brasília, no passado dia 29 de junho.


A adesão foi congratulada por todos os participantes na Conferência, tendo sido reconhecidos os seus méritos aquando da alocução de Sua Excelência o Presidente da República Federativa do Brasil, Michel Temer, que valorizou a mensagem política dos Ministros da Justiça no combate ao tráfico de seres humanos e exortou os Representantes Oficiais a não medir esforços para a resolução deste flagelo, que considerou ser “de grande custo social e humano”.


A Campanha Coração Azul, além de estar alinhada com a “Declaração de Lisboa sobre medidas Comuns de Prevenção e de Combate ao Tráfico de Seres Humanos” foi considerada como um mecanismo importante de apoio à Declaração e consequente apoio à implementação do respetivo Plano de Ação.   


O Brasil, que atualmente detém a Presidência da Conferência, definiu como uma das prioridades para o biénio 2017-2018, a execução das atividades propostas pela Comissão de Trabalho sobre o combate ao Tráfico de Seres Humanos, tendo sido apresentado, como proposta, o aumento da consciencialização para este fenómeno, através da disseminação, em cada País, da Campanha Coração Azul.

Subscrição Newsletter